Follow by Email

terça-feira, 26 de julho de 2011

deliciem-se ao ler os meus novos post....

http://www.youtube.com/watch?v=m8NN4fpdm40&NR=1&feature=fvwp

SENSAÇÕES DO ULTIMO DOMINGO

Pode acontecer que, subitamente, vos sintais invadidos pela luz; de repente,a vossa consciência é projectada muito alto, até ao plano da superconciência, e vós ficais deslumbrados com aquela imensidão,com aquela beleza... infelizmente, isso dura pouco, e vós retomais a vossa vida quotidiana, com as mesmas preocupações, as mesmas fraquezas: sentis-vos na escuridão, separados da Dinvindade, do vosso Eu superior, como fragmento desligado do Todo... Depois, sentis-vos novamente iluminados, e mais uma vez por pouco tempo. Mas não desanimeis: um dia, finalmente, depois de todos esses altos e baixos, a luz não vos deixará mais; tereis mudado de margem e estareis definitivamente salvos.

HOJE VIREIS VISITAR-ME?

Aquele que é capaz de fazer um verdadeiro trabalho interior sente-se tão rico e realizado que tudo o que lhe vem do exterior - as condições materiais,a opinião dos outros... - quase não o atinge. Ele vive no mundo que conseguiu criar em si e nada nem ninguém poderá fazê-lo duvidar ou desanimar. Vós direis: «sim, mas os outros não vêem nada das suas obras e ele será sempre um desconhecido.» Evidentemente, eles são cegos, insensiveis, não vêem nem sentem nada.Mas há outras criaturas, no mundo invisível, que vêm visitar a terra magnífica, os jardins de flores multicolores e perfumadas,as fontes melodiosas que este verdadeiro filho de Deus conseguiu criar em si graças à sua pureza,ao seu amor,à sua luz... Aliás, não está esrito em lado nenhum que os humanos não acabarão por se dar conta da existência deste jardim paradisíaco. Mas não são os humanos que o espiritualista deve satisfazer e maravilhar em primeiro lugar,mas sim as entidades celestes,dizendo-lhes todos os dias: « hoje também vireis visitar-me?»

sábado, 18 de junho de 2011

Perguntas

Estava eu ainda ha pouco sentado no meu terraço quando dei por mim a pensar,para onde vamos quando estamos a dormir? não será o "dormir" uma outra realidade,uma outra dimensão? ou só será realidade quando estamos acordados,com os sentidos de visão abertos? sinceramente não sei qual dos dois é mais real,mas também existe uma outra realidade,a do pensamento,mesmo quando estamos "acordados". Sabiam que o cérebro não distingue um pensamento interno de uma visão externa(realidade apurada com a nossa visão) isto é a física quântica que nos diz claramente que se observarmos um objecto com os olhinhos bem abertos,e logo em seguida fecharmos os olhos e visualizarmos esse mesmo objecto com a mente, activamos de igual forma as areas do cerebro responsaveis por tal visualização,isto é ,ele não distingue a realidade projectada,porque para ele é igual,activam-se de igual forma as partes do cerebro,isto para dizer que afinal até um pensamento é real,e de certa forma parte de uma realidade,o que me faz perguntar,quantas realidades vivemos? eu acredito que nós vivemos quantas realidades queremos,daí acreditar que nós criamos a nossa realidade.
Será que temos universos paralelos? e se sim,existe um outro EU? será isto tudo um matrix? porquê que quando sonhamos, parece tudo tão verdade,aliás só sabemos que era um sonho,quando acordamos,mas agora pergunto,será que quando acordamos estamos realmente acordados,ou na realidade suprema?ou é mais um estado de consciência? será que estamos tão preocupados com nossas coisas da vida actual que damos por nós sem tempo de perceber o que cá fazemos? será tudo isto um sonho? uma coisa é certa, mesmo quando estamos com os olhos fechados, num estado de não-manifesto sentimos sempre algo,isto é um estado não-manifesto cheio de manifestação,que pode estar ligado puramente a um estado de consciência mais elevado, e nesse estado de consciência mais elevado, parece ser um vazio, mas um vazio num todo,uma energia puramente ligada a tudo.
Tantas perguntas loucas que um dia certamente terei uma resposta, penso eu... mas não liguem as minhas loucuras...lol até são saudáveis.....mas enfim, palavras para quê?

Era uma vez.........

Havia uma vez numa ilha, onde viviam todos os sentimentos e valores do homem:
o Bom Humor,a Tristeza,a Sabedoria...Como também todos os demais,inclusivé o Amor.
Um dia anunciou-se aos sentimentos que a ilha iria submergir.
Então todos prepararam seus barcos e partiram, somente ficou o Amor esperando, até ao ultimo momento. Quando a ilha estava a ponto de afundar,o Amor decidiu pedir ajuda.
A riqueza passou perto do Amor em um barco luxuosíssimo e o Amor disse: "riqueza,podes levar-me contigo?" "não posso porque tenho muito ouro e prata cá dentro e não há lugar para ti."
Então o Amor decidiu pedir ao Orgulho que estava passando em uma magnifíca barca, "orgulho imploro-te,podes levar-me?, "não posso levar-te Amor" respondeu o Orgulho: "aqui tudo é perfeito e poderías arruínar minha barca."
Então o amor disse á tristeza que se estava aproximando: "tristeza peço-te, leva-me contigo.", "ohh amor" respondeu a Tristeza "estou tão triste que preciso ficar sozinha,"
Em seguida o Bom Humor passou em frente do Amor,mas estava tão contente que não sentiu que o estavam chamando.
De repente uma voz disse:
"vem Amor,que eu levo-te comigo."
Era um velho quem o havia chamado,o Amor sentiu-se tão contente e cheio de alegria que se esqueceu de perguntar o nome do velho. Quando chegou á terra firme,o velho foi embora.
O Amor deu-se conta do quanto lhe devia ter agradecido e perguntou ao Saber:
"Saber,podes dizer-me quem me ajudou?"
"foi o Tempo" respondeu
"o Tempo" perguntou o Amor a si mesmo.
"por que será que o Tempo ajudou-me?"
o Saber cheio de Sabedoria respondeu:
"Porque só o tempo é capaz de compreender o quanto o Amor é importante na Vida."

" PLANETAS"

As qualidades e virtudes de cada planeta são reforçadas ou enfraquecidas consoante os signos por que ela passa. Quando Marte, por exemplo, chega a carneiro,torna-se forte, poderoso,porque Carneiro dá-lhe as suas energias.
Marte e Carneiro têm simpatia um pelo outro, eles compreendem-se e captam forças um no outro. Mas quando Marte chega a outros signos, como o Carangueijo ou a Balança(meu ascendente), torna-se fraco,porque estes signos são-lhes estranhos. Da mesma forma,os planetas que estão em nós, isto é, as forças, os sentimentos,são mais ou menos exaltados ou enfraquecidos consoante os órgãos e os centros através dos quais uns dos outros se manifestam. Se puserdes o vosso amor na cabeça, ele não agirá da mesma maneira que se o puserdes no coração.
E se colocardes a sabedoria algures que não no cérebro,que fará ela por ti?...é só onde os orgãos e as forças se compreendem que eles recebem uns dos outros uma grande energia.

ARTISTA (pequeno desabafo)

Como sabem caros amigos ou amigas que possam ler este meu pequeno texto,sou cantor lirico,algo que me enche a alma de pura felicidade,algo que me completa,que me leva ao mais infinito do meu ser,cantar é expressão de sentimentos através de sons directamente aos corações atentos ….
Quando subo a um palco, e principalmente quando interpreto algo, é quase que como se encarnasse na pele da pessoa que a escreveu,pois o dever do cantor é primeiramente expressar a tentativa do compositor e letrista,dando uma pitada da sua originalidade,e principalmente penetrar nos “corações“de todo um público com nossa graciosidade.
Humildemente subo ao “stage” dando tudo o que existe em mim para alcançar o efeito necessário naquilo que estou fazendo,antes de de tal faço sempre a minha preparação oferecendo a “Deus” tudo aquilo que vou exprimir,mostrando também gratidão por poder fazer aquilo que mais amo.
Gratidão é muito importante para aquilo que fazemos,pois enche o nosso coração de algo maravilhso,enche-nos de tudo aquilo que é preciso para poder transmitir …
Tal e qual a água segue o seu precioso rumo,limpída, serena , transparente e pura,assim será tambem como o “puro” artista deve de ser,quando estamos a cantar nem damos por nós,é como se estivessemos conectados a outra dimensão,uma dimensão linda e magnifica,confesso que tenho sede de público,por mim vivia num palco,acampava lá e decerto lá ficava (risos) .
Se olharmos bem,a nossa própria vida é um palco,um palco onde todos representam o seu papel,e que papéis!! Como se costuma dizer “show must go on” .
Precisamos uns dos outros,que seria de um artista se não fosse as pessoas que nos ouvem,que lêem as obras dos poetas,escritores,pintores,escultores etc etc etc. Que seria de nós sem as pessoas do nosso dia-a-dia? Para mim toda a gente é importante e tem que ser valorizada por aquilo que faz,quando feito em prol de causa maior,em prol de toda uma humanidade,seja lá o que for,não é importante o que faz,mas sim como o faz.
O respeito por aquilo que se faz é também algo que valorizo muito, mas lá estou eu a divagar nas palavras e a sair um pouco do contexto,mas olhando para o palco da vida até acho que nem fui assim tão mau..
Quer dizer, resumindo todos nós somos artistas,mas cada um à sua própria maneira, cada um é poeta ou escritor do seu próprio destino,por isso nunca deixem de sonhar, amar, e principalmente não deixem de escrever a vossa parte no livro da vida… bora lá sermos todos artistas?